Como a UBER vai DOMINAR o mercado mundial de restaurantes

ALÔ, FOOD NATION! Eu sei, o vídeo de hoje é ousado. Pra começar, como uma empresa VIRTUAL pode dominar um mercado que é físico, como o de restaurantes? Pois é, amigo, parece impossível! Mas está acontecendo bem diante de nossos olhos. Quer entender como? Bora lá!

Em 2014 a empresa UBER lançou o UBER EATS, uma plataforma de pedidos e entrega de alimentos, similar à empresa Ifood e Rappi. Desde então, essa maneira de delivery vem crescendo por conta das facilidades (tanto para o empreendedor gastronômico, quanto para o cliente final). E é aí que está a grande jogada.

Big Data

Essa plataforma possui o que se chama Big Data, que, grosso modo, significa um grande volume de dados. Ao atuar no ramo gastronômico em nível mundial, a UBER consegue ter acesso às informações desse mercado de qualquer lugar em que o aplicativo esteja circulando. Com essas informações, ela sabe quais são as ofertas e quais são as demandas desse determinado local.

Oferta e demanda

Só ter um grande volume de dados não resolve, é verdade. O que importa é a maneira como você o utiliza. Eles sabem quem está produzindo, o que as pessoas querem consumir e, principalmente, quando há um descasamento entre a oferta e demanda. É um serviço atrativo tanto para o produtor, que pode diluir seus custos, optando por não possuir mais salão, por exemplo; quanto para o consumidor, que mata a sua fome com um clique. O que eles vão fazer com isso? Terceirizar o trabalho e ser a maior rede de restaurantes.

A Grande sacada

Para a UBER, ao invés de ter custos fixos como equipamentos, aluguel, pessoal, manutenção, eles vão contratar o seu restaurante para cozinhar para eles. E o restaurante não precisa existir de fato. Ele pode ser só a cozinha e o atendimento virtual. Ao ter o controle da demanda, ao invés de eles receberem a comissão atual do aplicativo, vão oferecer um valor para você fabricar o prato que eles querem. E você não vai negar, pois também é benéfico pra você.

A UBER tem tudo o que precisa na mão: informações de mercado, uma plataforma de sucesso, os clientes, o marketing e cozinhas espalhadas pelo mundo todo. Isso já está acontecendo através de testes em cidades americanas e tem grande potencial em médias cidades.

Pois é, meus amigos, que loucura, não é? Já tinham pensado nisso? Me conta o que você achou nos comentários. No mais, não esquece dos nossos Cursos e Materiais para melhorar a gestão do seu negócio. Forte abraço e até semana que vem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.