Quanto vale um restaurante?

ALÔ, FOOD NATION! Estamos juntos em mais uma terça-feira para falar sobre empreendedorismo e gestão. Hoje vou responder uma pergunta muito recorrente nas minhas redes que é como avaliar um restaurante. Quem está pensando em comprar, ou até quem recebe uma proposta, muitas vezes não está pronto para fazer esta conta. Então, vamos entender o básico? Fica comigo!

O mercado de restaurantes não é diligente

Diferentemente de alguns setores, como tecnologia ou finanças, os donos de de negócios gastronômicos não costumar ter os números e indicadores em planilhas organizadas. Assim, quando for comprar um restaurante, por exemplo, muitas vezes é você quem vai ter que fazer as contas para entender o negócio.

Aconteceu comigo, vááárias vezes, de pedir uma planilha ou os números de alguém que me apresentou um negócio e a pessoa respondeu assim:
“- Mas eu tenho tudo na cabeça, pode perguntar o que você quiser”
Não seja assim, ok? Precisa ter planilhado, documentado, afinal, queremos ser PRO PRO, ninja mesmo!

Como fazer a Valuation

Existem métodos e métodos para se avaliar um restaurante (valuation), o mais utilizado aqui no mercado brasileiro é a conta do múltiplo. Basicamente, você pega o faturamento mensal do negócio e multiplica por 6 (seis). Em alguns, casos, por 5 (cinco), mas o mais usual é meia dúzia. Basicamente, seria isso:

FATURAMENTO MENSAL x 6 = VALOR DO NEGÓCIO

Exemplo: Um restaurante que fatura R$ 400.000,00 por mês, está avaliado em R$ 2.400.00,00 para compra.

Este não é o método mais eficiente, para ser sincero, mas é o mais utilizado porque o valor do faturamento todo empreendedor sabe. Ele pode não ter nenhum indicador planilhado, mas quanto fatura sabe. Se não souber, é só acompanhar o caixa e descobre-se este valor muito rapidamente. Caso você queira consultar outros formatos, que acabam sendo até mais diligentes, pode pesquisa sobre o Fluxo de Caixa Descontado.

Dica do Politi

Quando você recebe uma estimativa dos resultados do restaurante que você está pensando em comprar, normalmente ela não leva em consideração a sua parte do lucro. Explico: o cara que está te vendendo trabalha 24h por dia no negócio, é um baita gerente e, vamos supor, trabalha com um resultado líquido de R$ 60.000,00.

Você, como comprador, precisa tomar uma decisão neste momento:

  1. Ou você assume essa função, se dedica ao negócio para manter, ou até aumentar, o resultado e leve ele para você;
  2. Ou contrata um gerente bom, que, hipoteticamente, vai ganhar uns 20 mil com encargos e tudo, e diminui muito o resultado.

E por que eu estou te dizendo isso? Porque mensurar adequadamente o resultado faz toda a diferença na hora do seu investimento. Não esqueça que isso é negócio e você é um empreendedor, assim, a taxa de retorno é o que vai definir se vale a pena, ou não, investir no negócio gastronômico.

Então, é isso, meu brother-irmão-camarada. Este assunto é bastante extenso, mas acho que demos um ótimo pontapé inicial para a discussão. Se você tem dúvidas, comentários, não deixa de me dizer aqui embaixo que eu estou aqui para te ajudar, fechado? Forte abraço e até a próxima terça!

2 comentários Adicione o seu

  1. Andre disse:

    Como sempre, ótima informação.
    Muito obrigado.

    1. marcelopoliti disse:

      Tamo junto, Andre! Forte abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.