Os 10 principais erros ao abrir um restaurante

Começando uma nova área aqui no nosso blog, vou postar às terças-feiras conteúdos relacionados à gestão de negócios gastronômicos. A intenção é de ajudar você que está pensando em abrir um negócio ou que quer melhorar os resultados do seu restaurante. Desta forma, às terças, falamos de gestão e, às quintas, sobre novas receitas.

A decisão de abrir um restaurante não é nada fácil, eu bem sei. Rola todo um receio de errar, perder dinheiro, envergonhar a família. Pensando nisso, separei os 10 erros mais comuns dos empresários  gastronômicos para evitar que você os cometa ao abrir o seu negócio. Vamos lá!

1.Mal planejamento da necessidade de caixa

É verdade que não sobra dinheiro na hora de abrir um restaurante. O processo é delicado, não é barato, e as contas estão todas apertadas. Ainda assim, não cometa o erro de calcular por baixo a sua necessidade de caixa.

Sempre se planeja o valor com, pelo menos, 20% a mais. Essa folguinha é essencial para que você não tenha nenhuma surpresa ingrata no dia da inauguração. É melhor ter dificuldade para cobrir esse adicional do que não ter de onde tirar no dia da inauguração. Vai por mim!

2. Tenha o restaurante lotado desde o primeiro dia

Fácil falar, não é mesmo? Eu sei que não é fácil encher o restaurante. Ainda assim, você não pode se contentar enquanto ele não estiver cheio!

Hoje, existem diversas formas de fazer as pessoas saberem que o seu negócio existe, por exemplo, com as redes sociais e os anúncios. Também existem os velhos métodos de chamar amigos, familiares e, até mesmo, contratar gente para fazer número HAHA.

De qualquer forma, é importante começar com o restaurante lotado. Encontrar o salão vazio desmotiva a sua equipe, desmotiva os passantes e também é um grande problema para o fluxo de caixa.

3. Não esquecer da matemática

Muitas das pessoas que resolvem abrir um restaurante estão pensando apenas em fazer os mais saborosos pratos. Isso não basta! Eu mesmo, em um dos restaurantes que tive, demorei 6 meses para perceber que estava vendendo um prato mais barato do que eu gastava para fazê-lo!

É essencial que todos os processos estejam parametrizados e que as contas sejam suas melhores amigas. Nunca se esqueça da ficha técnica, quanto custa cada ingrediente, a margem de contribuição, os custos fixos, custos variáveis, tudo bem calculado e acompanhado regularmente.

Então, antes de abrir o seu restaurante: faça as contas.

Depois dele aberto: faça as contas.

4. Não pensar no gosto do cliente

Por mais que isso possa doer, é melhor que você escute logo: o restaurante não é feito para você. É, não é para servir ao seu gosto. Quem é a pessoa mais importante que existe para o seu negócio? O cliente!

É essencial que você entenda quem é o seu cliente o quanto antes. Sabendo o perfil dele, você pode preparar tudo para que o seu restaurante seja o preferido dele! Localização, horário de funcionamento, decoração, cardápio, enfim, TUDO.

Ao preocupar-se com os gostos do seu cliente, você fará com que ele se sinta melhor no seu ambiente e tenha vontade de retornar. Mais do que isso, o potencial para que ele traga mais pessoal é enorme. Afinal, tudo no seu restaurante é ao gosto dele!

5. Não contratar gente o suficiente

É muito normal que, como o orçamento vive enxuto, o empresário inaugure o seu restaurante com uma equipe bastante reduzida. Por mais que isso possa apertar o seu caixa, contrate mais!

A rotatividade nas primeiras semanas é praticamente inevitável. Querendo ou não, estas pessoas que você contratou estavam participando de vários processos de seleção e podem se interessar por outras vagas.

Além disso, às vezes as pessoas não são tão boas quanto você imaginou no começo. Na dúvida, contrate a mais ou você pode ficar na mão.

6. Querer fazer tudo sozinho

Com o caixa sempre apertado, é normal que você queira economizar no que puder. Não posso culpar você por isso, mas saiba valorizar o seu tempo! Se você achar que vai conseguir fazer tudo no seu restaurante, vai acabar não fazendo nada direito.

Foque no que você faz de melhor. Se você é um baita chef, contrate alguém que gerencie para que você o negócio. Sua dificuldade é fazer as contas? Um gerente ou administrador pode te ajudar nisso. Ou seja, dedique-se à sua arte e delegue o resto a pessoas competentes.

Ninguém falou para você ainda, mas cuidar de um restaurante é uma tarefa e tanta! Você como líder da equipe não pode deixar o stress de toda essa gestão te abalar e, mais ainda, influenciar a sua equipe.

7. O restaurante não roda sozinho

Abri o restaurante, a inauguração foi um sucesso, a galera tá lotando quase todos os dias. Chegou a hora: vou tirar férias! Na na ni na NÃO!

Algumas pessoas se iludem achando que em pouco tempo de negócio aberto poderão ganhar dinheiro à distância ou mesmo dar só uma “passadinha” no restaurante. Empreender é só o começo da caminhada, meu amigo!

Você é o líder de uma equipe e precisa guiá-la rumo ao sucesso. É essencial que você esteja presente no restaurante e focado! Se o seu time sente este pulso, ele também se mantém motivado para que vocês possam crescer juntos.

8. Não ter sistema

Pode soar chato, mas é extremamente importante que todos os processos do restaurante que você está abrindo sejam sistemas. “Ah, mas eu sei como se faz isso”. Tudo bem, mas será que todos os seus funcionários também sabem? Ainda mais, todos eles seguem rigorosamente como você ensinou?

Quanto mais meticulosos forem os seus processos, mais fácil é de as pessoas seguirem. Caso contrário, os funcionários executam sem planejamento e criam-se sistemas de acordo com as necessidades do momento. Isso pode perpetuar algo que não é o ideal para o restaurante!

Checklist, ficha técnica, planilhas de controle de caixa e reabastecimento de estoque são apenas o começo de tudo isso. Não se assuste se o seu restaurante tiver de 20 a 30 processos diferentes, isso é normal. Com os sistemas desenhados, implantados e a sua equipe treinada, o caminho para o sucesso já está trilhado.

9. Perder o foco

Muitos de nós realmente sonharam em ter um restaurante por muito tempo. Assim, queremos que tudo esteja perfeito nos seus mínimos detalhes. Por mais que esse sentimento seja ótimo, precisamos ter bastante cuidado para não desperdiçar a nossa energia.

Melhorar o site, a embalagem dos produtos, a estética do menu, tudo isso é importante, mas é secundário. O foco no começo é comida e serviço! Comida e serviço! É aí que você deve investir toda a sua energia para cativar os seus clientes.

10. Tentar agradar a todos

Todo mundo tem opinião para tudo. Música, cardápio, iluminação, estética do espaço, enfim, o que não falta é vontade de opinar. Isso é mais do que normal e é até legal ter esse retorno da audiência.

Entretanto, é preciso que você saiba filtrar tudo isso e não se esqueça que o seu foco é sempre o perfil do cliente. É preciso que o restaurante agrade ao freguês, mas não adianta se iludir que vai conseguir cuidar dos gostos peculiares de cada um.

Não se esqueça que, se você fez tudo direitinho, tudo foi pensado e planejado antes da inauguração. Você estudou o cliente e sabe o que deve ser feito. Então, siga o plano. Não inventa!

8 comentários Adicione o seu

  1. Yuri Amorim disse:

    Bom dia!
    Sou Yuri representante comercial de uma empresa,cujo o objetivo é facilitar e resolver todos os problemas no processo de Delivery de Bares, Restaurantes, Pizzarias.
    Gostaria de fazer uma parceria com você.
    Whatssap : 12982242020

    1. nacozinhadopoliti disse:

      Olá, Yuri! Obrigado pelo contato! Peço que entre em contato atráves do email suporte@nacozinhadopoliti.com.br para avançarmos com as conversas. Abraço!

  2. Teresinha Laiana De Sousa Radeck disse:

    Oi gostei das dicas, essas notificações são pagas?

    1. marcelopoliti disse:

      Oi Teresinha! Tudo bom? Fique a vontade para navegar pelo nosso site e curtir nossos conteúdos. As notificações não são pagas – use e abuse! Abraços

  3. humberto metello disse:

    Excelente seu Trabalho, continue auxiliando com muitos conhecimento nesta temática

    1. marcelopoliti disse:

      Muito obrigado pelo apoio, Humberto! Tamo junto!

  4. Quanto conteudo de qualidade encontrei aqui no site. Agradeço por compartilhar. Sucesso. abraço

    1. marcelopoliti disse:

      Agradeço demais, amigo! Não deixe de conhecer os nosso cursos também! Forte abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.