Não confunda CMV com CMV

ALÔ, FOOD NATION! Não, eu não estou ficando maluco falando a mesma coisa. Muita gente tem dúvidas sobre o que é custo da ficha técnica do prato, também chamado de CMV, e o que é o CMV global do seu restaurante, o CMV de fato. Você precisa saber a diferença entre essas duas coisas para ter o controle da gestão do seu negócio. BORA LÁ?

Custo da ficha técnica

O que as pessoas comumente chamam de CMV, na verdade, é o custo da ficha técnica do prato. O cálculo é feito para saber qual é a porcentagem do custo do prato perante ao preço da mercadoria vendida.

Faz sentido ele ser chamado de CMV, mas é um CMV teórico e você não pode calcular seus custos através dele, mas sim através do CMV global.

O que é o CMV então?

O CMV global é calculado com base no estoque. Ao tirar o estoque que foi consumido do estoque inicial, você chega ao seu CMV de fato. Só assim você sabe quanto realmente foi gasto de estoque e, consequentemente, quanto foi o custo da sua mercadoria vendida.

Entendeu melhor agora? Se você fizer os cálculos somente pelas fichas técnicas, você perderá muito dinheiro sem ver, porque o que está ali é apenas a teoria e não o que foi gasto de fato. Use a matemática ao seu favor! Se quiser se aprofundar mais nas contas e no controle do seu negócio, conheça o curso MENU LUCRATIVO! Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.