5 dicas para Gestão de Pessoas

Na vida de um empreendedor, talvez o maior desafio seja aprender a lidar com PESSOAS.  Sim, amigo! Eu sei que ao longo da nossa jornada profissional nos dedicamos (e muito) a cursos e aprendizados técnicos. Entretanto, depois de tantos e tantos anos de experiência admito que o verdadeiro desafio se encontra na ciência humana. Serão os seres humanos, que ali trabalham e suam a camisa, que farão do seu negócio um SUCESSO.  Quer saber como lidar bem com este desafio? Vem comigo que hoje eu te trago 5 passos para lidar com a GESTÃO DE PESSOAS:

1) Saiba contratar

É claro que o primeiro passo não poderia ser outro. Se você contrata bem, as chances de ter sucesso são sempre maiores – é óbvio! Minha dica aqui é não se empolgue com um só candidato. Vá mais afundo e  reserve sempre, ao final do processo, pelo menos três boas opções. Mas boas mesmo, tá? Gente que você contrataria sem pensar duas vezes. Por que não escolher apenas o melhor? Porque os bons profissionais não estão de olho apenas na sua empresa ou no seu restaurante! Tenha sempre as peças de reposição prontas para algum imprevisto, assim você não corre o risco de precisar escolher o menos pior.

Uma outra dica para se contratar é, durante o processo seletivo, fazer testes e simulações com este profissional. Você logo vai perceber como ele se sente nervoso ou até constrangido, mas o objetivo aqui é observar como este candidato se sai quando está fora de sua zona de conforto.

O terceiro passo para se contratar bem é o processo de on boarding. Sim, todo seu processo de contratação vai por água abaixo  se você não receber bem este profissional. É preciso apresentar a empresa e suas atividades de maneira estruturada e tranquila. Para isso, reservo um tempo para demonstrações práticas e escolha um padrinho para que o novo funcionário possa seguir e se espelhar nos primeiros dias. Não adianta delegar um monte de atividades para esse profissional que ainda não tá no ritmo. Acelere junto com ele, com tempo, e você verá um profissional satisfeito e cheio de gás.

2) Invista em treinamentos

Poucos empresários entendem a importância de se investir em pessoas. O treinamento é só mais uma dessas práticas pouco utilizadas. No dia a dia, dar um toque sobre alguma atividade não é o suficiente – isso é mais um coaching do que um treinamento, não é mesmo? Treinar, de verdade, se trata de tirar o profissional de seu ambiente e ritmo de trabalho, e envolvê-lo em uma atividade didática e cheia de aprendizado. Ao investir tempo e dinheiro neste processo, você valoriza não só seus funcionários, mas também a empresa que se torna um espaço de evolução profissional.

3) Crie métricas de performance

Minha teoria é que todo profissional precisa ter um número para seguir e chamar de seu. São através de pequenas metas diárias que podemos sonhar com grandes resultados. Um garçom, por exemplo, que precisa cuidar de quatro mesas de formar organizada, simpática e atenciosa, tem em si o valor de número quatro. Ele sabe que ao atingir esta pequena meta com excelência o seu trabalho estará sendo bem feito. Acompanhe estes números, fale com a sua equipe sobre eles! Tenho certeza que eles também poderão tirar proveito destes pequenos guias.

4) Avalie a sua equipe

Não basta contratar bem, investir em treinamentos e até ter métricas se você não estiver disposto a olhar estes números e fazer avaliações: dar feedback! É preciso ter na ponta da língua o que está indo bem e o que não está quando se trata de pessoas. Neste ponto não se trata apenas de tirar o funcionário da zona de conforto, mas também nós gestores. Faz parte do nosso papel saber a forma de avaliar e abordar nosso time sobre melhorias e resultados. Sem isso, esqueça! Perde-se o comando e todo seu processo incrível vai por água abaixo.

5) Aprenda a demitir

Agora que você já é capaz de seguir todos estes passos, chega um dos maiores desafios para se gerir pessoas. É chato, mas é fundamental saber a hora de demitir aquele profissional que não se encaixa na sua equipe e não tem demonstrado bons resultados durante algum tempo. Faz parte! Quando as coisas não estão dando certo é preciso ter sobriedade e autonomia para executar mudanças. É claro que tudo deve ser feito dentro de uma atmosfera saudável e justa. No final das contas, essa pode ser uma ótima oportunidade para este funcionário encontrar seu lugar ao sol.

Curtiu? Olha, eu garanto, com esses 5 passos NIIIIINJAS, a gestão de pessoas do seu negócio seguirá de forma muito mais estruturada e fluida. Bem, se você gostou dessas dicas simples, você também corre sério risco de se amarrar nos cursos e materiais  Na Cozinha do Politi. Através deles eu te ajudo a transformar o seu sonho em um negócio organizado e lucrativo. Mal posso esperar para ouvir a sua história. Te espero, ein? Forte abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.