Firenze

Evite chegar em Firenze na hora do rush (no verao das 17 as 19h). O Guia Michelin nos indicou um hotel de otima relaçao qualidade-preço, o Classic Hotel, so que da estrada ate o hotel levamos quase 1 hora para percorrer uns 5 km. E ainda passamos na estacao de trem para pegar a Mariah, minha filha, que esta de ferias viajando pela Europa e fez um stopover in Firenze para passar a noite conosco. O hotel fica na frente do parque Giardino di Boboli, uma espécie de Ibirapuera de lá. Mas só se tiver de carro, senão fica meio fora de mão. Apesar de que, em Firenze, assim como em todas estas cidades medievais voce nao pode entrar de carro, entao ou voce fica hospedado dentro dos muros da cidade, ou qualquer hotel estará meio fora de mão. E se decidir ficar dentro do muro o hotel pode liberar o estacionamento do carro na área, portanto, é de se considerar.

Dica boa: alugue uma bicicleta. A menos que voce seja daquele tipo de turista que gosta de entrar em uma catedral – na Italia é sempre um Duomo – e ficar 3 horas  observando cada detalhe. Senão uma bicicleta é a conta para dar aquela olhada por cima, parar na frente do monumento, dar uma olhadinha no guia e seguir em frente. Muito pobre? Bem, voce tem que decidir o quanto cultural deve ser a sua viagem. Para nós o aluguel da Bici foi o maior adianto. Deu uns 10 euros por 5 horas de uso, do lado do Duomo. Ciao Firenze, simbora pra Siena.

Firenze de bike

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.