Como lidar com a sua equipe

ALÔ, FOOD NATION! Um bom serviço é primordial para a sobrevivência de um restaurante. Por, isso, eu bato muito na tecla de cuidar da sua equipe. A gente bem sabe que lidar com pessoas ás vezes pode ser mais difícil do que fazer conta, por isso existem algumas técnicas que irão de ajudar a fazer a GESTÃO DE PESSOAS do seu negócio. No vídeo de hoje compartilho a que mais uso com vocês. Ficou curioso? Aperta o play!

É muito comum surgir desavenças no local de trabalho. Por exemplo, cito a dúvida de um espectador que dizia que sua gerente teve uma leve desavença com um de seus funcionários, ao passo que este não reagiu bem a crítica e ficou um clima ruim no ambiente. O funcionário é bom, mas a gerente tem razão… Como mediar uma situação dessas?

Valores

Primeiro de tudo: elenque os principais valores que a sua empresa tem e que você gostaria que as pessoas do seu trabalho compartilhem. Você vai usar isso como guia para analisar todas as pessoas que forem entrar no seu negócio. Ter pessoas que estão no mesmo barco que você, por exemplo, já ajuda a evitar intrigas por pequenas diferenças. Afinal, todos estarão falando a mesma língua.

Depois disso, sempre ao final de um período x pré-determinado, você irá refazer essa análise junto a pessoa contratada, dando uma nota para cada valor elencado.

Descrição de cargo

Aqui, você define exatamente as tarefas que cada pessoa irá exercer na sua atividade. É importante falar O QUE ela irá fazer e COMO, a FREQUÊNCIA da tarefa e o FORMULÁRIO utilizado (materiais, planilhas, guias). Cada um sabendo exatamente quem faz o quê, os problemas de convivência tendem a ser menores pois ninguém estará invadindo o espaço do outro ou fazendo coisa a mais.

Converse com a equipe!

Quando acontecer alguma desavença, espere a poeira baixar e chame a pessoa para uma conversa. Seja meio Coach rs, use a técnica do sanduíche: dois pães e o recheio. Que isso, Marcelo? Tá ficando doido? Funciona assim: comece elogiando a pessoa, ressaltando os pontos fortes, faça a sua crítica (recheio) e finalize elogiando normalmente. Isso fará com que ela se torne mais receptiva ao que você está dizendo. Confia!

Se você está buscando ferramentas para melhorar o atendimento do seu restaurante, conheça os cursos Ouro na Bandeja e Guia Prático para Garçom! Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.