Chefe ou chato? | Gestão de Restaurantes

Quem aí se considera um chefe gente boa? Hoje eu tava batendo um papo com um amigo e chegamos a este assunto. A primeira pergunta a ser respondida foi: “Você se acha um chefe chato?”. A conclusão desse bate papo POLÊMICO você confere aqui. VEM COMIGO:

Não fuja do seu papel

Que a verdade seja dita: é preciso, sim, ser mais exigente quando se é dono do próprio negócio. Garantir a qualidade de tudo faz parte do seu papel e no ritmo frenético de uma cozinha, nem sempre é possível fazer isso com muita delicadeza. É perfeitamente normal que o rush do dia-a-dia te faz ter uma abordagem mais direta e acalorada com os seus diretos. Faça isso de forma justa e racional, claro, mas não fuja desse dever. É com você que está a bola, chefe!

Tenha autoestima e autocrítica

Ao ocupar o papel de líder, invariavelmente, se tornará alvo de críticas. Faça isso com leveza e tenha autoestima o suficiente para seguir e autocrítica o suficiente para não exagerar. Sinta-se no controle de tudo e transmita a mensagem de que tudo ficará bem quando todo mundo trabalha junto.

Faça uma balança do humor

É claro que não dá para ser o chato 24 h, né? Que tal balancear os dias mais difíceis com momentos agradáveis de crescimento mútuo? Elogie seu time quando possível, dê boas condições de trabalho, faça treinamentos, se doe e ensine a sua turma como se tornarem profissionais melhores e mais qualificados.  Faça da sua “chatice” uma grandes escola para todos. Não basta dar esporro, tem que ensinar como por a mão na massa! Faça desses momentos mais construtivos.

O bem coletivo

A função do “chefe chato” é zelar pelo bem coletivo. O bom funcionamento de todas as áreas de um restaurante garante emprego, estabilidade e bons resultados. Esse carinho pelo bem de todos é sua responsabilidade. Faça com amor, boa vontade e cuide do seu time!

Bem, se você gostou dessas dicas simples, é possível que você se interesse também pelos cursos e materiais  Na Cozinha do Politi.  No Curso Ouro na Bandeja, por exemplo, eu te conto tudo sobre o treinamento do seu time de garçons. Através deles eu te ajudo a transformar o seu sonho em um negócio organizado e lucrativo. Mal posso esperar para ouvir a sua história. Te espero, ein? Forte abraço.

2 comentários Adicione o seu

  1. Deise disse:

    Estou aprendendo muito com você!!! Tudo que você fala soa como música para mim!!! Concordo com tudo…Virei tua fã!!!

    1. marcelopoliti disse:

      Muito obrigado pelo carinho, Deise! Tamo junto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.