As Características do Empreendedor de Gastronomia

Sabe o que diferencia um grande cozinheiro de um empresário gastronômico de sucesso? Ele incorporar as características do empreendedor em si mesmo e em seu negócio. Para facilitar a compreensão, organizei as 8 características em dois grandes grupos: visão de longo prazo e senso de negócios. Dentro de cada um destes grupos, 4 características do empreendedor que mudam o jogo.

VISÃO DE LONGO PRAZO

Essas características do empreendedor são mais ligadas às pessoas. E quando se pensa em visão não pense que é um coisa etérea, não é messiânico. A visão precisa ser prática e clara, assim todos podem seguir.

1. Valores

Os valores determinam o que você quer ver nas pessoas que estarão à sua volta. Na prática, são eles que definem tanto as admissões como também as demissões. A coisa mais legal aqui é juntar toda a sua galera e escolher os valores em conjunto. Claro que você deve ter um direcionamento, mas, quando este trabalho é feito em equipe, os profissionais valorizam mais.

2. Metas

Preciso antes dizer que, pelo cenário econômico brasileiro, qualquer meta acima de 1 ou 2 anos já é de longo prazo. Independentemente disso, o importante que todos saibam para onde estão indo. Isso coloca todos no mesmo barco, sabendo exatamente o ponto de chegada. Não pense que é uma forma de cobrança, é mais separar quem vai remar com você e quem não.

3. Diferencial

Você sabe me dizer pelo que você é conhecido? Sinceramente, isso tem que estar na ponta da língua! Decida qual vai ser o fator que você traz ao mercado e que seus concorrentes não. Se todos os seus colaboradores sabem dizer, você está no caminho certo. Tenha um diferencial, esteja sempre o perseguindo e faça com que todos saibam qual é e como comunicá-lo.

4. Pessoas Certas nos Lugares Certos

É essencial que cada pessoa no restaurante saiba o que faz e porque faz. Isso precisa estar desenhado, bem claro, e precisa definir as responsabilidade de cada um, não necessariamente o cargo. Eu recomendo que cada pessoa tenha apenas cinco responsabilidades e, o mais importante, não pode ter duas responsáveis por algo. Se isso acontece, uma deixa para a outra e ninguém resolve nada!

SENSO DE NEGÓCIOS

Essas características do empreendedor dizem mais sobre o dia a dia, aquelas atividades que você precisa ativar no negócio. Elas são voltadas ao negócio em si e não podem faltar em nenhum empreendimento.

1. Contas

Pode até parecer óbvio ou até besteira, mas muita gente não faz contas recorrentemente. E digo mais: toda decisão do seu negócio é baseada em uma conta. Não pode ser por gosto, por achar legal, ou um sentimento que vai dar certo. Precisar ter conta, previsibilidade, meta e valor. Se cada movimento seu é calculado, mesmo que você erre, é possível mensurar e corrigir.

2. Prioridades

Este item dialoga muito com as pessoas certas nos lugares certos. Se todas as pessoas sabem o que se espera delas, elas se organizam para cumprir bem suas funções. Assim, cada colaborador sabe o que é mais importante, o que precisa ser feito primeiro e com mais carinho. Desta forma, em casos emergenciais, ele pode terceirizar ou adiar as coisas menores.

3. Indicadores

Pense que o seu negócio é um barco, você se jogaria ao mar sem uma direção? São os indicadores que vão nortear os rumos do seu empreendimento. Os indicadores variam de acordo com cada negócio e suas metas específicas. O que eu recomendo é que eles meçam esforço e não um resultado. Afinal, se você dizer tudo corretamente, uma hora o resultado vai aparecer. Isso é visão de longo prazo, é boa gestão.

4. Processos

Os processos definem a maneira como você faz as coisas. E não pense que eles precisam ser complicados, o ideal são poucos passos, claros e de fácil acesso. As Fichas Técnicas, por exemplo, não podem faltar em nenhum negócio gastronômico. Além disso, padronizar os processos é um passo essencial para a valorização do seu negócio e uma posterior expansão, em franquias, por exemplo.

E aí, empreender é para você? Se você já está pensando nisso ou já está fazendo as contas, não deixe de acompanhar todas as terças-feiras os nossos conteúdos voltados para a gestão de negócios gastronômicos. No mais, quero reforçar que é um prazer ter você aqui na nossa FOOD NATION!

2 comentários Adicione o seu

  1. Maria Ivone Alves disse:

    Adorei suas dicas, me formei em gastronomia no começo de 20016 .Estou trabalhando em um restaurante a dois anos.Faço de tudo um pouco, algumas compras, cozinho, mas o mais complicado é liderar . mas amo o que faço

    1. marcelopoliti disse:

      Fala Maria, tudo bom? Que legal! Espero que o Na Cozinha do Politi possa ser seu companheiro nesta jornada, ok? Abraços e conte com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.