A rotina do Chef Executivo da Royal Caribbean

Você já imaginou a rotina de um chef em um cruzeiro? Vi um vídeo SEN-SA-CI-O-NAL do chef executivo da Royal Caribbean, Gary Thomas. Ele abriu as portas da sua cozinha flutuante e contou todos os desafios desta empreitada e é claro que eu reuni todas essas dicas para ajudar você, amigo-brother-irmão-camarada-FÃ do Na Cozinha do Politi. Vamos lá?


A cozinha é o coração de grande parte da experiência  de um cruzeiro e precisa pulsar sem nenhum problema. Achei muito legal a comparação que ele faz logo de cara, no início do vídeo: “se a cozinha é como um exército, o chef executivo é o grande General, com um grande chapéu”  – brincando com seu apelido de General. É isso, esse é o ponto!

A lógica neste caso é a de que se o hóspede acorda e não há comida no navio para o café da manhã, perde-se sentido da experiência do hóspede, certo? E com isso, o sentido de se escolher estar em um cruzeiro renomado, em grande parte, pela alta gastronomia apresentada. Logo, se o general não cumpre sua missão, ele compromete todo seu exército e todos perdem a guerra.

Você reparou como ele usa as fichas técnicas, todas com fotos em frente aos pratos? Em média, são preparadas 30 mil refeições por dia em apenas uma de suas cozinhas e o chef executivo é o responsável por outros chefs que vão reproduzir estas receitas com toda perfeição. Para que isso aconteça, as fichas precisam estar bem elaboradas e visíveis. Tudo que é produzido é provado e a rotina exige intensa dedicação e comprometimento de seus encarregados. A cozinha é um aprendizado constante, eu avisei!

Inspirar a liderança de uma grande equipe também é grande desafio. Para isso, repare como o chef procura sempre estar por perto para corrigir, orientar e ensinar seus colegas. Esse é o tipo de postura que gera um ambiente confiante e inspirador para todos os funcionários e é o que você precisa ter no seu restaurante. Não se esconda e esteja disponível para o que realmente é importante, todos vão perceber.

“Mais do que chefs, procuro profissionais inconformados e com vontade de aprender novas receitas e técnicas sempre”. Se assim como o Chef Gary Thomas você também deseja cuidar do seu restaurante com a mais alta excelência, aqui vai uma dica: comece a organizar o seu restaurante com um passo simples, baixe agora a Ficha Técnica e evite o desperdício no seu restaurante.  Clique AQUI.

1 comentário Adicione o seu

  1. Moura disse:

    Meu caro Marcelo suas matérias são uma verdadeira aula ainda, Felizes somos nós ter alguém com a sua capacidade e competência explicar com clareza tópicos de um funcionamento de um restaurante.
    Sou seu fã parabéns.
    Att. Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.