5 dicas gastronômicas de Lisboa

Ora pois, como é bom cruzar os mares! Se você me acompanha também através do Instagram já sabe do que eu estou falando.  Na última semana foi a vez da série #politipelomundo desbravar a saborosíssima Portugal. A gastronomia do país vem ganhando força no cenário internacional e provou que há muito mais que bolinho de bacalhau e os pastéis de nata no vocabulário Luso. O Guia Michelin 2017 é a prova deste sucesso: foram 9 novas estrelas no país de uma tacada só.Vem comigo?

1- Cervejaria Ramiro

A Cervejaria Ramiro faz parte da história de Lisboa. Tradicionalíssimo, o restaurante abriga turistas e locais de forma única. O ambiente é de uma boa e velha marisqueiria, com barulho, cheiro de mar e muita simpatia – acompanhado de uma ótima cerveja, claro! Lá é possível pescar frutos do mar fresquinhos, no aquário do local, minutos antes de seu preparo – lagostas e camarões em seus diversos tipos e tamanhos e muito mais.  A fama do restaurante se alastrou ainda mais após receber a visita e a benção do chef Anthony Bourdain. Chegue cedo para garantir o seu lugar – a casa não aceita reservas.

2- Henrique Sá Pessoa | Mercado Time Out

A nova geração de chefs portugueses apresenta ao mundo talentos como Henrique Sá Pessoa. Premiado com uma estrela pelo Guia Michelin, seus restaurantes são paradas obrigatórias para quem passar por Lisboa. Seus pratos conservam as raízes portuguesas com nuances de alta cozinha internacional.

Uma opção fácil e bem acessível para degustar um pouco de sua gastronomia está no Time Out Market – uma espécie de Mercadão em sua versão lisboeta. O leitão (geralmente a barriga) salmonete e cenoura são o pedido clássico em seu stand de fast-gourmet-food.

3 – Manteigaria | Fábrica de Pastéis de Nata

Você sabe a diferença entre Pastel de Belém e o Pastel de Nata? O verdadeiro pastel de Belém é a especialidade de uma única confeitaria tradicional de Lisboa, localizada em um bairro chamado Belém. A confeitaria “Pastéis de Belém” existe desde 1837 e fica bem próxima do Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém. Vale a pena conhecer!

Maaaas, como eu não sou bobo nem nada descobri que existe uma outra confeitaria que tem feito sucesso  na capital portuguesa. A Manteigaria – Fábrica de Pastéis de Nata, foi inaugurada em 2014 por Miguel Rocha Vieira, ex-participante do programa “Masterchef Portugal”. Sua versão da receita tem agradado, e muito, portugueses e turistas. Além disso, a fabricação pode ser observada por qualquer um que esteja no local.

Ficou com vontade? Tenho uma dica ainda melhor: a confeitaria possui duas unidades na cidade de São Paulo, nos bairros do Jardins e Pamplona. #ficaadica!

4 – O Velho Eurico

Charmosíssimo e pequenininho, O Velho Eurico é uma ótima pedida para quem busca uma boa comidinha caseira portuguesa. Com uma apresentação simples, o restaurante traz receitas tradicionais, como o pato ao bacalhau com batatas, pela bagatela de €10. O atendimento também é divertidíssimo! Aproveite o passeio pelo Castelo de São Jorge e faça um stop para o almoço no Largo São Cristóvão, 3. Não tem como se arrepender.

5- Vinícola Ervideira

A minha quinta e última dica não fica exatamente em Lisboa, mas prometo que cada minuto de deslocamento valerá a pena. Há 285 km do centro de Lisboa, a Ervideira fica localizada no centro histórico de Évora,  em Alentejo.

As propriedades pertencem à família Leal da Costa, que iniciou a produção dos vinhos Ervideira em 1880, através do bisavô dos atuais produtores, o Conde D’Ervideira. Hoje a empresa conta com 160 ha de vinhas distribuídas por duas propriedades, vocacionadas para a produção e comercialização de vinhos de caráter único, fazendo da Ervideira uma “Embaixada” de grandes vinhos pelo mundo fora. Ali são produzidas 800 mil garrafas por ano, sendo 40% destinadas ao mercado externo. Bombou, né?

No ano passado o Conde D’Ervideira Reserva Branco foi eleito o melhor do mundo pelo Mundus Vini, na Alemanha, onde todos os grandes produtores de vinho colocam à prova os seus produtos. A sua casta Antão Vaz convenceu a todos, com uma uva 100% nacional, do Alentejo. Para agendar uma visita e a degustação, é só entrar em contato através do site.

Curtiu nosso tour gastronômico por Portugal? Eu adoro dividir minhas experiências com vocês. Duvida?Então aproveite e conheça também os outros cursos e materiais  Na Cozinha do Politi. Através deles eu te ajudo a transformar o seu sonho em um negócio organizado e lucrativo. Mal posso esperar para ouvir a sua história. Te espero, ein? Forte abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.